Dores nas pernas

  • Pratico atletismo e a cerca de 2 meses ando com umas dores nas pernas, no principio ate pensei que fosse de eu fazer muitos treinos de velocidade e de correr de bicos de pés. mas cada vez as dores são mais intensas, as dores começaram por ser nos gémeos, mas agora as dores que tenho são tipo ao lado do osso da perna, no tendão.

    Tenho feito banhos de agua quente e massagem com creme ( Voltaren Emulgel ) não sei se é o mais indicado mas é o que tenho, a minha treinadora é que mo indicou. também tenho posto gelo mas as dores passam por um bocado mas depois voltam e se eu correr, logo que eu pare e arrefeça começa a doer-me, são umas dores tão irritantes porque quando tento andar e por o pé no chão doí-me. se me poderem ajudar



    Like this post to subscribe to the topic.
  • Cara Alexandra,

    Antes de mais gostava de saber se as dores são bilaterais?? e se aliviam com o repouso?? Disse-me também que corria em bicos de pés? Que tipo de provas faz?

    Cumprimentos

    Fisioterapeuta/Osteopata

    Luis Nascimento

  • Boa tarde, não as dores são laterais ( na parte interior da perna ) com algum repouso alivia mas nunca é o suficiente.

    Provas e treinos de velocidade e algumas provas de meio fundo.

  • Cara Patricia,

    Parece-me tratar-se de um Sindrome do compartimento anterior (canelite)

    O que é: Dor e Inflamação da face anterior da tíbia (canela), inflamação do tibial anterior

    Grupos de Riscos: IMC maior que 25, atletas com durações de treino elevadas ou actividades de grande impato e atletas com pé plano e pronado.

    cCausas: O movimento fisiológico da pronação do pé, serve para dissipar as forças de reação do solo, para que o impacto seja reduzido. No entanto, quando ocorre uma pronação excessiva do pé, serão impostas forças de tração e compressão maiores sobre as unidades musculares relacionadas com a lesão (músculos tibial anterior). Défice de alongamento dos músculos tibiais e gémeos.

    Como prevenir: Fazer alongamentos, dos músculos gémeos, tibial anterior e posterior, antes e depois da corrida. Utilizar um calçado ou palmilha, que corrija o apoio do pé.

    Caso com estes conselhos a dor não alivie o ideal é recorrer a um Fisioterapeuta para melhor avaliar a situação e caso necessário fazer tratamento.

    Cumprimentos

    Fisioterapeuta/Osteopata

    Luis Nascimento